MILHO VT PRO2 seguido de SOJA RR…BOA TECNOLOGIA NA SEMENTE, PÉSSIMA RECOMENDAÇÃO TÉCNICA EM PLANTIO SEQUENCIAL

Um grande percentual das áreas agricultáveis do País são cultivadas com a cultura da soja, seguido do cultivo do milho safrinha (segunda safra).

A tecnologia RR da Monsanto inserida na soja resistente ao glifosato, foi amplamente aceita e plantada pelos produtores rurais. Considerada excelente tecnologia, uma vez que proporcionava uma economia no uso de herbicidas no controle das ervas daninhas invasoras sem provocar fitotoxidade nas plantas soja.

Com o passar dos anos, ervas daninhas foram ganhando resistência ao glifosato, e enquanto a Monsanto não lançar no mercado o SUCESSOR DO ROUNDUP READY , os custos com o controle aplicados no controle das ervas, já se iguala aos custos com defensivos aplicados  nos cultivos convencionais.

O cultivo do MILHO VT PRO2 não deixa de ser uma boa tecnologia, no entanto onde nos deparamos com ervas daninhas resistentes ao controle com o glifosato, a tecnologia aplicada no milho VT PRO2 deixa de ser interessante, e ainda pior, passa a ser uma PÉSSIMA RECOMENDAÇÃO nos cultivos sequenciais praticados no BRASIL.

O plantio do milho VT PRO2 na safrinha, seguido do cultivo do soja RR na sequencia do próximo plantio, o milho passa a ser a infestação concorrente mais difícil de se controlar em meio a soja, uma vez que o custo do defensivo para controlar a infestação do milho é relativamente cara, e a dessecação e uma só aplicação no pós emergente não é suficiente.

SOJA MILHO RR 008Conforme podemos ver na imagem acima, temos uma área com o cultivo da soja plantio 2013/2014, ainda em seu primeiro estagio de desenvolvimento, e em meio ao soja RR, observamos  que parte da resteva do milho VT PRO2 também já brotou, resultando da necessidade de mais uma aplicação de pós emergente especifico para combater o milho já nascido.

Observamos que além do milho já germinado existem espigas com grãos intactos que devem brotar em meio a plantação no decorrer de todo ciclo da soja, necessitando aí um terceir controle, ou até de uma quarta aplicação de herbicida especifico se somarmos a dessecação feita no pré plantio.

Portanto amigos produtores, ao planejar o plantio de suas lavouras nos próximos anos, saibam que o cultivo de milho VT PRO2 seguido do plantio de soja RR, deixa de ser considerada uma boa tecnologia, e passa a ser uma PÉSSIMA RECOMENDAÇÃO TÉCNICA devido ao aumento significativo dos custos de produção.

Portanto ao planejar o cultivo de milho em 2014 em área que na sequencia sera cultivada com soja, a melhor opção a se recomendar é cultivar o milho BT seguido do soja RR, ou Intacta, e ou convencional.

Por Valdir Edemar Fries.

Sobre valdirfries

Téc. Agropecuário - 1980. Extensionista Rural da ACARPA/EMATER-Pr entre os anos 1981 a 1987, com serviços prestados nas regiões de UNIÃO DA VITÓRIA, CURITIBA, PATO BRANCO. Na região de MARINGÁ trabalhou mais especificamente na RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE SOLO E ÁGUA - responsável téc. a nível de campo na implantação da adequação das estradas rurais nos municípios de FLORESTA E ITAMBÉ - Pr, concluindo os trabalhos do sistema de microbacias integradas em 100 % da área territorial dos dois municípios). PLANEJAMENTO E ASSESSORIA AGROPECUÁRIA - 1987 a 1996 em áreas do Estado do Paraná e do MATO GROSSO (Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso). Secretário de agricultura e meio ambiente de Itambé - Paraná de 88 a 1996. Vereador em Itambé - 97 a 2000. PLANEJAMENTO E ASSESSORIA PÚBLICA a partir de 1996, Com especialização na elaboração de planos de trabalho dos programas de governo; SICONV; De 1997 a 2010 realizou o acompanhamento e tramitação de processos de convênio de Municípios Paranaense junto aos Ministérios de Estado em Brasilia. Produtor Rural - Itambé Pr, a partir de 2008 tem se dedicado principalmente nas atividades da produção agrícola e na edição de artigos relacionados ao AGRONEGÓCIO BRASILEIRO.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.