levantar suspeitas e acusações “degeneram” a sociedade…e o LIXO??? LIXO… É LIXO…CONTAMINA E DEGRADA…

Tudo que é público, deve ser preservado, …é de todos, a luta em defesa do bem público, igualmente, é de todos.

Quando procurado pela população de Itambé para dar minha opinião em relação a implantação de um ATERRO INDUSTRIAL E SANITÁRIO em Itambé,  antes de tudo fui pesquisar e estudar o EIA/RIMA, e conhecedor da área (local pretendido para instalação do empreendimento), observei logo que ali não é local apropriado para receber empreendimento do porte que se deseja, proposto no EIA/RIMA, devido os altos riscos de contaminação ambiental.

Abrindo um espaço, lembro que me propus a participar da mobilização em defesa do rio marialva nesta causa, da mesma forma que me dediquei em 1985 (ainda técnico da ACARPA/EMATER PR) quando o rio marialva sofria consequências ambientais, a usina de álcool foi obrigada a se adequar as normas ambientais, e o rio foi salvo. Após tantos anos, abracei esta nova causa, com posição CONTRÁRIA a instalação do ATERRO SANITÁRIO, com o objetivo de evitar a poluição do meio ambiente, e principalmente, evitar danos a saúde pública, e não voltar ver e a registrar imagens como as que seguem, imagens do velho RIO MARIALVA, imagens publicadas em O DIÁRIO na edição de numero 3.715 do dia 30 de julho de 1985, quando produtores rurais da região me procuraram para tomar iniciativa em relação ao que vinha acontecendo com o RIO MARIALVA na época, conforme podem observar na matéria publicada…clique nas imagens para ampliar…

digitalizar0246digitalizar0245

Pois bem amigos…Muitos homens mudam de opinião conforme o vento, outros por dinheiro, outros por voto…e alguns homens públicos, abandonam seus objetivos a troco de “CONCESSÕES”… hêhhêê!!! Quieto… neste espaço virtual não permitimos nem publicamos “comentários”, mas muitos sabem, O VALE DO IVAI…DO MARIALVA…DO SARANDI também comenta certas “HISTÓRIAS”, as quais não vem o caso agora, talvez nem sejam “história”… pode ser simples boato…ou “singelos comentários de boteco”…esquece…até porque eu particularmente, nunca abandonei meus objetivos…nem as causas a que me propus até hoje, nem a troco de “capilé”.

Portanto, se estou na luta CONTRÁRIA a instalação do aterro no local previsto/proposto pela SERRANA ENGENHARIA é porque tenho motivos claros pra defender minhas razões…primeiro técnica, segundo cidadã… O BLOG… este espaço virtual, pode não ter nada a ver com a causa como questiona certo “apresentador”, mas assumo …é de minha responsabilidade tudo o que publico aqui…as informações que os vereadores estão prestando para a comunidade, cabe a eles responder ao “apresentador”.

No caso do aterro especificamente, o que pude observar foi inúmeros ERROS E VÍCIOS que comprometeram a veracidade das informações que se encontravam no EIA/RIMA apresentado pela empresa junto ao INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ, fruto de analise e debate na AUDIÊNCIA PÚBLICA, que aconteceu em 2011.

Este BLOG foi sim usado por mim, a fim de tornar público a minha opinião e as atividades do MOVIMENTO PRESERVAR PARA VIVER, e ao meu ponto de vista técnico, colocando certa IRONIA NAS ESCRITAS DOS FATOS PUBLICADOS … foi algo que me custou 3 processos de PERDAS E DANOS MORAIS na vara civil e mais 3 na vara criminal, apenas um deles ainda não saiu a decisão final, uma vez que o Ilustríssimo Prefeito Municipal (Na época favorável a instalação do aterro, hoje se diz contra), recorreu da decisão da Juíza de Marialva.  Os demais processos tive causa ganha, inclusive a causa do processo que a SERRANA ENGENHARIA impetrou contra nós da liderança do MOVIMENTO PRESERVAR PARA VIVER, ainda em janeiro de 2011, nos acusava de “BADERNEIRO”, de sobra…levaram um parecer judicial em menos de 24 horas em favor do MOVIMENTO, além do mais, a decisão garantiu  aos lideres do movimento o direito de participar da AUDIÊNCIA PÚBLICA, com direito a “PALAVRA”…São histórias, são fatos que enfrentamos mesmo que criticados, mas conseguirmos na época a TUTELA JUDICIAL suspendendo a liberação da licença prévia de instalação por este longo periodo.

Criticado por muitos membros da população ainda quando o PREFEITO DEFENDIA DE UNHAS E DENTES a instalação do aterro, ele que já tinha inclusive  ASSINADO DECLARAÇÕES PÚBLICAS AFIRMANDO A INSTALAÇÃO E DIZENDO ESTAR TUDO CERTINHO, afrontando as próprias leis municipais.

Agora parece que as coisas mudaram, o prefeito e o seu exercito de cabos eleitorais, seguido do chefe de gabinete, dizem que mudaram de opinião, AGORA DIZEM SER CONTRA A INSTALAÇÃO do empreendimento que já estava tudo “certinho” né prefeito…Bom sinal, isto prova que os ESTUDOS QUE REALIZAMOS e as RAZÕES pela qual impetramos uma AÇÃO PÚBLICA contrária a instalação do aterro esta surtindo efeito, tanto é que hoje pela primeira vez em reportagem ao O DIÁRIO, a informação é publica e diz que o o PREFEITO MUDOU DE OPINIÃO, e afirmam que  a  “PREFEITURA DE ITAMBÉ VAI VETAR IMPLANTAÇÃO DE ATERRO“… Graças….eles mudaram de opinião, a minha continua a mesma…ok. ainda acredito na justiça, agora quanto as informações/afirmações prestada pela prefeitura…não coloco minha mão na brasa…enquanto não chegar ao final da história…ou melhor enquanto não chegar a SENTENÇA JUDICIAL.

Portanto amigos, como podem ver, este BLOG tem publicado a verdade, tanto é verdade o que se publica neste recanto, que a grande maioria que criticava a minha ANALISE COMPLETA DO EIA/RIMA DO ATERRO PROPOSTO PELA SERRANA ENGENHARIA, hoje as defendem…isto parece que esta incomodando até certo apresentador de televisão que esta há questionar O QUE ESTE BLOG TEM HAVER COM A INSTALAÇÃO DE UM “GRANDE” aterro…hêhêê.

Pois bem…repetindo…Estou na causa contraria a instalação de um aterro de resíduos industriais e sanitários, nas condições e no porte que se planeja, uma vez que esta previsto se enterrar 18.000 (dezoito mil toneladas por mês) de lixo no imóvel em questão…Posso afirmar que estou na cousa por defesa devido a inviabilidade técnica e ambiental, e como cidadão itambeense estou na causa porque estimo a população que muito pode sofrer com os danos à saúde pública, até porque os míseros recursos financeiros que dizem que vai ser arrecadados pelos cofres do município, não cobre se quer o custeio a ser gastos na saúde púbica com o aumento da demanda por médicos e medicamentos.

Devemos lembrar que existe uma lei a ser respeitada,  e esta lei tem prazos para serem obedecidos  quanto ao destino final dos resíduos sólidos, mas não é atropelando os fatos que iremos resolver a questão da destinação final dos resíduos sólidos do nosso município de ITAMBÉ, que não somam mais que 100 toneladas de lixo por mês…

Devemos antes analisar e obedecer os critérios técnicos e ambientais para implementarmos a lei 12.305/2010, respeitando todas as condicionantes, para num futuro próximo não provocar/sofrer um caus na saúde da comunidade e danos irreverencieis ao meio ambiente…Não precisamos aceitar que enterrem próximo a nossa cidade, um volume de 18.000 toneladas de lixo por mês a troco de poucas dezenas de emprego de ALTA INSALUBRIDADE,  não devemos aceitar a proposta nem mesmo a troco dos serviços para resolver o “problema” do destino de 100 toneladas de lixo que geramos ao mês.

Agora…RESPONDENDO AO “apresentador”….Este BLOG não tem patrocinador, mas….O QUE TEM HAVER ESTE BLOG com a implantação do aterro sanitário nas condições propostas??? ….Bem… Tem “certos programas” que sobrevivem da noticia….PAGA!, aqui não…

…Este BLOG tem por objetivo esclarecer a comunidade…a causa é ambiental, é de saúde pública. …Não nos custa nada o que publicamos AQUI, …as consequências processuais do que publico aqui, respondo-as com os mesmo critérios…COM A VERDADE DOS FATOS…motivo que não aceitamos comentário de “suspeitas”. Ok.

__________________________________________________________

– Finalizo lembrando que para conquistar a CONCESSÃO DE DIREITO de poder me comunicar através deste ESPAÇO VIRTUAL…não precisei negociar mandato público…nem mudo de opinião em meio ao que defendo…porque não dependo de “capilé”.

———————————————————————————–

segue fotos e croquis da área que se pretende enterrar 18.000 toneladas de lixo por mês…causa ambiental não tem fronteira….ITAMBÉ TEM LIMITE DEMOGRÁFICO, ITAMBÉ TEM FRONTEIRA, TEM LIMITES LEGAIS A SER OBSERVADO E RESPEITADO.

___________________________________________________________

Na área com restrição, segundo o mapa do EIA/RIMA tem alta declividade, solo raso com afloramento de pedras e roxa…improprio inclusive para a instalação das piscinas de decantação do chorume, muito menos para enterrar lixo:

AFLORAMENTO DE PEDRAS E ALTA DECLIVIDADE

CLIQUE NA IMAGENS E OBSERVE AS RESTRIÇÕES DE USO DA ÁREA. OBSERVE QUE EXISTE UMA ÁREA RESTRITA ONDE SE PRETENDE DEPOSITAR 18000 TONELADAS DE LIXO POR MÊS….VOCÊ CONCORDA?
ÁREA DO IMOVÉL OBJETO DE ESTUDOS PARA IMPLANTAÇÃO DO ATERROFONTE DA IMAGEM DO CROQUIS – EIA/RIMA DO ATERRO CLASSE I e II.

Mina de água em meio ao imóvel:RESERVATÓRIO DA MINA DA´AGUA

Quer continuar bebendo água pura??? procure a fonte certa, ela ainda existe…mas alerto…ajude na luta para preservá-la.

Por Valdir Edemar Fries.

Sobre valdirfries

Téc. Agropecuário - 1980. Extensionista Rural da ACARPA/EMATER-Pr entre os anos 1981 a 1987, com serviços prestados nas regiões de UNIÃO DA VITÓRIA, CURITIBA, PATO BRANCO. Na região de MARINGÁ trabalhou mais especificamente na RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE SOLO E ÁGUA - responsável téc. a nível de campo na implantação da adequação das estradas rurais nos municípios de FLORESTA E ITAMBÉ - Pr, concluindo os trabalhos do sistema de microbacias integradas em 100 % da área territorial dos dois municípios). PLANEJAMENTO E ASSESSORIA AGROPECUÁRIA - 1987 a 1996 em áreas do Estado do Paraná e do MATO GROSSO (Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso). Secretário de agricultura e meio ambiente de Itambé - Paraná de 88 a 1996. Vereador em Itambé - 97 a 2000. PLANEJAMENTO E ASSESSORIA PÚBLICA a partir de 1996, Com especialização na elaboração de planos de trabalho dos programas de governo; SICONV; De 1997 a 2010 realizou o acompanhamento e tramitação de processos de convênio de Municípios Paranaense junto aos Ministérios de Estado em Brasilia. Produtor Rural - Itambé Pr, a partir de 2008 tem se dedicado principalmente nas atividades da produção agrícola e na edição de artigos relacionados ao AGRONEGÓCIO BRASILEIRO.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.