AS LIDERANÇAS DO AGRONEGÓCIO NAS ELEIÇÕES DAS ELEIÇÕES

NA COPA DAS COPAS deu no que deu, perdemos o jogo em campo, e muitos recursos foram pro ralo… Já nas ELEIÇÕES DAS ELEIÇÕES, diante do rumo que as lideranças do AGRONEGÓCIO estão tomando, acredito que realmente estamos perdidos no campo… frente a uma cortina de fumaça obscura, que circula aos ventos…

Somos produtores rurais, sempre preocupados com as atividades do dia a dia, deixamos de cobrar das nossas lideranças do setor do agronegócio, mais firmeza em suas atitudes…

A confiança que depositamos em nossos “lideres” nos últimos tempos, tem sido utilizada por eles como moeda de troca em beneficio de seus próprios interesses, que em muitos casos não condizem com o que almejamos, nem mesmo com o que eles mesmos pregam em determinados momentos.

São DUAS ELEIÇÕES que acontecem neste ano… A primeira que trato aqui, é a eleição da diretoria da Confederação Nacional da Agricultura – CNA, que não deve mudar em nada…. Não adianta corcovear, a CHAPA é unica, encabeçada por … KATIA ABREU…

Não me surpreendi com a Katia Abreu em reapresentar sua chapa para concorrer a mais uma gestão na direção da CNA…

Mas nos surpreendeu sim a falta de uma nova chapa na disputa, difícil entender que em meio a fumaça, todos se acalentam… Se acalentam diante dos fatos recentes em relação a prestação de contas da Confederação… Fato que veio a público em relação à destinação dos recursos das contribuições pagas por nós produtores rurais…

As “suspeitas” quanto a aplicação dos recursos foram divulgadas no site do CANAL RURAL… acesse o link para entender meus questionamentos que vem a seguir (http://agricultura.ruralbr.com.br/noticia/2014/08/faep-contesta-gastos-de-r-31-milhoes-da-confederacao-de-agricultura-e-pecuaria-do-brasil-4571068.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+RuralBR+%28Not%C3%ADcias+-+RuralBR%29 )

Pois bem, o questionamento que faço aqui, não é somente em relação a real aplicação dos recursos em que a FAEP impetrou  na justiça para esclarecimentos dos gastos da CNA, realizados pela presidente Katia Abreu…  A iniciativa judicial encabeçada pela FAEP certamente tem o respaldo de todos nós produtores rurais… da mesma forma que esperamos perplexos os resultados dos desdobramentos dos fatos.

O que devemos questionar sim, é… Porque não se da transparecia das contas das Federações e das Confederações nos respectivos sites e boletins informativo das instituições??? Pode-se suspeitar o porquê isto não acontece ???

… Até porque, onde tem fumaça… tem fogo… mas assim que tudo se esfria, sempre sobram as cinzas, onde muitos acabam se acomodando, sem nada revelar…

012

“Suspeitas” geram duvidas, e suspeita por suspeita, ficamos sem entender a atitude de determinados dirigentes de Federações, que ao recorrer judicialmente em relação a aplicação dos recursos da Confederação, demonstram não concordar com os gastos e o destino da aplicação dos recursos financeiro da Confederação… No entanto deixam a Confederação Nacional de Agricultura submissa à vontade de Katia Abreu, que já não requer a confiança da maioria dos produtores rurais Brasileiros…

Dirigentes das Federações dos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul ensaiaram compor uma nova chapa para a disputa nas eleições da entidade, porém acabaram recuando sem maiores justificativas…e aos poucos todos devem se acalentar.

Realmente esta difícil de entender certas atitudes das nossas lideranças nas ELEIÇÕES DAS ELEIÇÕES…

Na campanha das eleições, agora, se tratando das eleições para PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, os candidatos dos três partidos que lideram nas pesquisas, foram sabatinados na CNA, e, ao que pudemos ver e analisar através das publicações na imprensa, ficou claro que a candidata do PT não agradou a maioria dos que lá estavam… Não por menos, até porque todo setor do agronegócio não esta contente com a atual governança, devido a falta de uma politica agropecuária séria para o setor, um dos motivos… Além do candidato AÉCIO NEVES DO PSDB, ter levantado a platéia (que fazia parte na ocasião da sabatina) para aplaudi-lo frente a suas propostas das politicas públicas para o desenvolvimento do agronegócio…

Tudo isto (fora toda insegurança que sofremos no campo), parece que não é motivo relevante para quem defende em primeiro, seus interesses próprios, e neste caso, a KATIA ABREU presidente da CNA, nos surpreendeu ao se alienar ao PT, e nos deixa perplexo ao oficializar seu apoio para a candidata Dilma Rousseff (http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/blogs/144062-que-vergonha-senadora-katia-abreu-a-senadora-anuncia-apoio-oficial-a-dilma.html#.U-9M4fldWTq).

Uma atitude da presidente da CNA, atitude que contraria a grande maioria dos produtores Brasileiros…

Tão embora muitas FEDERAÇÕES ESTADUAIS DE AGRICULTURA tenham se curvado frente as “suspeitas” questionadas e continuam a apoiar e fazerem parte da chapa de KATIA ABREU, para mais um mandato junto a presidência da CNA…

Não restam duvidas… Sabemos que a liderança de KATIA ABREU não tem mais o respaldo da grande maioria dos produtores rurais do Brasil, e muito pouco são os produtores rurais de Tocantis que o apoiam na sua reeleição para o senado….

Talvez este seja o principal motivo de KATIA ABREU juntar-se com o PT… Certamente é ela, a candidata ao senado, quem mais precisa do PT, justamente para buscar votos nas periferias dos centros urbanos, já que no campo do agronegócio, para as ELEIÇÕES DAS ELEIÇÕES, ela só tem a confiança e o apoio das lideranças de certas Federações… mesmo com todas as “suspeitas” levantadas pelas próprias “lideranças”…

A depender de nossas “lideranças” do agronegócio, nas ELEIÇÕES da CNA, todos devem se acomodar em meio as cinzas… Já nas ELEIÇÕES para presidência da republica a depender do resultado, poderemos continuar perdidos em campo, com uma Confederação alienada a um governo, que até o momento não tem dado respaldo satisfatório ao setor do agronegócio.

Por Valdir Edemar Fries – Produtor rural em ITAMBÉ – PR.

Sobre valdirfries

Téc. Agropecuário - 1980. Extensionista Rural da ACARPA/EMATER-Pr entre os anos 1981 a 1987, com serviços prestados nas regiões de UNIÃO DA VITÓRIA, CURITIBA, PATO BRANCO. Na região de MARINGÁ trabalhou mais especificamente na RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE SOLO E ÁGUA - responsável téc. a nível de campo na implantação da adequação das estradas rurais nos municípios de FLORESTA E ITAMBÉ - Pr, concluindo os trabalhos do sistema de microbacias integradas em 100 % da área territorial dos dois municípios). PLANEJAMENTO E ASSESSORIA AGROPECUÁRIA - 1987 a 1996 em áreas do Estado do Paraná e do MATO GROSSO (Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso). Secretário de agricultura e meio ambiente de Itambé - Paraná de 88 a 1996. Vereador em Itambé - 97 a 2000. PLANEJAMENTO E ASSESSORIA PÚBLICA a partir de 1996, Com especialização na elaboração de planos de trabalho dos programas de governo; SICONV; De 1997 a 2010 realizou o acompanhamento e tramitação de processos de convênio de Municípios Paranaense junto aos Ministérios de Estado em Brasilia. Produtor Rural - Itambé Pr, a partir de 2008 tem se dedicado principalmente nas atividades da produção agrícola e na edição de artigos relacionados ao AGRONEGÓCIO BRASILEIRO.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.